Archive for julho, 2007

Ciclo 1 Inaugural “Cinema”

Written by on jul 02 2007 | programação

A inauguração do Cineclube Beloca vai homenagear o próprio Cinema, com 3 filmes de diferentes épocas e países: dia 17/07/07 às 20 horas, O Homem das Estrelas – produção italiana de 1995 dirigida por Giuseppe Tornatore ; dia 18/07/07 às 21 horas, Cinema, Aspirinas e Urubus – Brasil 2005 dirigido pelo cineasta pernambucano Marcelo Gomes; dia 19/07/07 às 21 horas – A obra prima do espanhol Pedro Almodóvar Má Educação de 2004.


O Homem das Estrelas
O Homem das Estrelas (L’Uomo Delle Stelle)
Giuseppe Tornatore
1995

O sonho é um forte elemento na filmografia de Tornatore. A discussão aqui gira em torno da diferença entre sonho e ilusão, como na discussão entre o homem do título e um médico.

A jovem Beata (Tiziana Lodato), que deseja ser uma estrela, apaixona-se pelo fotógrafo Joe Morelli (Sergio Castellitto), que viaja pelas pequenas aldeias da Sicília, num caminhão, fingindo que trabalha para um grande estúdio de cinema, em Roma.

Morelli é o homem do título, mas sua vocação é mesmo a de iludir a população, ou como ele mesmo diz, a de ser o único a dar-lhes esperança. A população pobre, arrasada pela guerra, desesperançosa de dias melhores, acabam por embarcar na ilusão de se tornarem estrelas de cinema participando dos testes de Morelli, que cobra 1.500 liras. Para Beata, além da esperança de ser descoberta, passa a paixão pelo descobridor. (fonte)



Cine, Aspirinas e Urubus
Cinema, Aspirinas e Urubus
Marcelo Gomes
2005

Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é Johann (Peter Ketnath), alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é Ranulpho (João Miguel), um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Viajando de povoado em povoado, a dupla exibe filmes promocionais sobre o remédio “milagroso” para pessoas que jamais tiveram a oportunidade de ir ao cinema. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade.



Má Educação
Má Educação (La Mala Educación)
Pedro Almodóvar
2004

Madri, 1980. Enrique Goded (Fele Martínez) é um cineasta que passa por um bloqueio criativo e está tendo problemas em elaborar um novo projeto. É quando se aproxima dele um ator que procura trabalho, se identificando como Ignacio Rodriguez (Gael García Bernal), que foi o amigo mais íntimo de Enrique e também o primeiro amor da sua vida, quando ainda eram garotos e estudavam no mesmo colégio. Goded recebe do antigo amigo um roteiro entitulado “A Visita”, que parcialmente foi elaborado com experiências de vida que ambos tiveram. Goded lê o roteiro com profundo interesse. Este relata as fortes tendências de pedofilia que tinha um professor de literatura deles, o padre Manolo (Daniel Giménez Cacho), que vendo Ignacio e Enrique em atitude suspeita diz que vai expulsar Enrique. Ignacio, sabendo que Manolo era apaixonado por ele, diz que fará qualquer coisa se ele não expulsar Enrique. Então Manolo promete e molesta Ignacio, mas não cumpre a promessa e expulsa Enrique. Goded decide usar a história como base do seu próximo filme e, por causa de um isqueiro, vai até a casa de Ignacio e constata uma verdade surpreendente.

1 comentário for now