Archive for maio, 2008

Ciclo 13 – Semana da Língua Portuguesa

Written by on mai 29 2008 | programação

O Cineclube Beloca, o Departamento de Cultura e Turismo da PMSJBV e o Projeto Andorinha, apresentam o Ciclo 13, Semana da Língua Portuguesa, em comemoração ao dia 10 de junho, Dia da Língua Portuguesa:

03/06/08

20h – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal

Macunaíma

Joaquim Pedro de Andrade

Brasil/1969/108 min

Macunaíma é um herói preguiçoso, safado e sem nenhum caráter. Ele nasceu na selva e de negro (Grande Otelo) virou branco (Paulo José). Depois de adulto, deixa o sertão em companhia dos irmãos. Macunaíma vive várias aventuras na cidade, conhecendo e amando guerrilheiras e prostitutas, enfrentando vilões milionários, policiais, personagens de todos os tipos. Depois dessa longa e tumultuada aventura urbana, ele volta à selva, onde desaparecerá como viveu – antropofagicamente. Um compêndio de mitos, lendas e da alma do brasileiro, a partir do clássico romance de Mário de Andrade.

10/06/08

20h – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal

Um Filme Falado

Manoel de Oliveira

Portugal/2003/96 min

O filme é uma parceria entre a França, Portugal e a Itália. Um filme falado conta a história de Rosa Maria, uma jovem professora de História que parte com a sua filha Maria Joana num cruzeiro que atravessa o Mediterrâneo e se dirige a Bombaim, na Índia. Através das diversas cidades onde o cruzeiro pára, Rosa Maria vai pela primeira vez conhecer lugares de que falava nas suas aulas, mas que nunca antes visitara. Por isso, a viagem por Ceuta, Marselha, as ruínas de Pompéia, Atenas, as pirâmides do Egito e Istambul, é também uma viagem pela civilização mediterrânea, e uma evocação de tudo o que de decisivo marcou a nossa cultura ocidental.

17/06/08

20h – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal

Silvestre

João Cesar Monteiro

Portugal/1982/120 min

O quarto filme de João César Monteiro é a transposição para cinema de um conto popular português. Os planos do filme altamente estilizados inserem os personagens em representações igualmente soberbas. A ação se passa no séc. XV e conta a história de um homem que arranja um casamento para a filha e que depois parte de viagem e coisas estranhas começam a acontecer. A jovem estreante Maria de Medeiros tem aqui um dos papéis principais.

4 comentários for now

Ciclo 12 – Homossexualidade – “Beloca/Oficinas Culturais Guiomar Novaes”

Written by on mai 08 2008 | programação

Cineclube Beloca e as Oficinas Culturais Guiomar Novaes apresentam o

Ciclo 12 – Homossexualidade – “Pessoal e Intransferível”
Os 3 filmes são de diferentes épocas e culturas:


13/05/08
19h30 – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal
Je t’aime… moi non plus (Paixão Selvagem)
Serge Gainsburg
França/1973/90 min

Johnny é uma garçonete que trabalha em uma lanchonete de beira de estrada, onde vive solitária e carente. Ela começa a se interessar pelo caminhoneiro Krassky, apesar dos alertas de seu chefe, Boris, em relação à homossexualidade do rapaz.


20/05/08
19h30 – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal
Furyo – Em nome da honra
Nagisa Oshima
Japão/1983/124 min

Baseado no livro de Sir Laurens Van der Post, “Furyo – Em Nome da Honra” relata o tenso conflito entre brutais comandantes japoneses e seus obstinados prisioneiros ingleses. O ano é 1942 e o mundo está em guerra. Feito prisioneiro pelos japoneses em um campo de concentração na ilha de Java, o oficial britânico Jack Celliers (David Bowie) deslancha um conflito quando resolve não acatar as regras ditadas pelo Capitão Yonoi (Ryuichi Sakamoto), um cruel comandante japonês. Mas entre eles está o Coronel John Lawrence (Tom Conti), um homem que tem um grande amor pela cultura e língua japonesa, mas que se torna uma ameaça por ser o único a entender ambos os lados.


27/05/08
19h30 – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal
Lírios de Aranha (Spider Lilies)
Zero Chou
Taiwan/2007/94 min

O filme roda á volta de Jade e Takekoko. A primeira ganha a vida em frente de uma câmara na internet fazendo poses sensuais; a outra é dona de uma loja de tatuagens. Jade procura uma tatuagem para realçar a sua sensualidade e fica fascinada com uma com o desenho de “lírios de aranha”. Essa tatuagem tem dois significados para Takekoko; estava com a sua namorada, enquanto o pai morria num terramoto; e a sua homosexualidade reprimida.

Comentários desativados em Ciclo 12 – Homossexualidade – “Beloca/Oficinas Culturais Guiomar Novaes” for now