Archive for julho, 2008

Ciclo 15 – Feminilidade

Written by on jul 28 2008 | programação

O ciclo ” Feminilidade ” foi elaborado pela artista sanjoanense Badi Assad, frequentadora e entusiasta do Beloca.

Segundo ela, o ciclo foi elaborado com um olhar “que permeia a alma feminina. Os filmes não são sobre mulheres heroínas ou que fizeram história simplesmente. Eles compartilham preciosas características, inerentes a todas elas. Dizem respeito ao mais profundo e misterioso de suas almas: seu modo de ser e caráter próprio; sua sensibilidade, sensualidade e emotividade; sua força tranquila, suave e amorosa.”


05/08/08

20h – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal

A Encantadora de Baleias

Niki Caro

Nova Zelândia/2002/101 min

Uma história contemporânea de amor, rejeição e triunfo. No leste da Nova Zelândia, a tribo Maori acredita ser descendente de Paikea, o Domador de Baleias que há milhares de anos foi salvo da morte quando sua canoa virou em cima de uma baleia e ele, cavalgando-a, liderou seu povo até a nova terra. Ficou estabelecido que o primeiro filho homem de cada chefe da tribo seria considerado descendente de Paikea e, dessa forma, chefe e líder espiritual do povo. Pai (Keisha Castle-Hughes), uma garota de 11 anos, é nomeada chefe após a morte do irmão. Corajosa, sensível e amada por todos, Pai é rejeitada pelo avô, Koro (Rawiri Paratene), que insiste em seguir a tradição. Ela luta contra o paternalismo para provar a si mesma e ao avô que tem qualidades para ser líder.


12-08-08

20h – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal

A Excêntrica Família de Antonia

Marleen Gorris

Holanda / Bélgica/ Iglaterra/1995/102 min

Uma obra prima inspiradora, com personagens únicos, um espetáculo de sensibilidade. No final da Segunda Guerra Mundial, uma mulher espirituosa e independente volta ao lugar onde nasceu, uma pequena vila no interior da Holanda, para começar uma nova vida com sua jovem filha. Assim começa a notável história de cinco gerações de uma família e uma comunidade. Uma feliz celebração dos prazeres simples e das longas paixões vividas por Antonia e transmitidas para suas descendentes como um legado de vida e amor.


19-08-08

20h – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal

Sexo por Compaixão

Laura Mañá

Espanha / México/2000/109 min

Num vilarejo isolado e desértico, o casal Dolores (Elisabeth Margoni) e Manolo (José Sancho) está em crise. O motivo é, no mínimo, inusitado: a extrema bondade de Dolores, uma mulher piedosa, dedicada a fazer o bem a todos, e que não sabe sequer como pecar. Tanta bondade é insuportável para o seu marido, que a abandona. Em profundo sofrimento, Dolores agora precisa aprender a pecar, para assim tentar reconquistar seu amado. Sexo por Compaixão é um divertido mergulho na alma feminina. Com muito bom humor, o roteiro traz um delicioso sabor de Dias Gomes, misturando cinismo, sátira social e os paradoxos da religiosidade

26-08-08

20h – Sala Dilo Gianelli – Theatro Municipal

Como Água para Chocolate

Alfonso Arau

México/1992/105 min

Baseado em romance do mesmo nome de Laura Esquivel, Como Água para Chocolate acompanha a história de um camponês chamado Pedro (Marco Leonardi) que, em 1910, em plena Revolução Mexicana, se apaixona por Titi (Lumi Cavazos). Ele quer voltar para a Guerra, mas ela o enfeitiça com seu amor e seus dotes culinários. Podia ser apenas mias uma história de amor, mas trata-se de um dos mais belos filmes do cinema latino-americano em todos os tempos.

1 comentário for now