Archive for maio, 2010

Ciclo 34 – Homenagem a Pagu

Written by on mai 25 2010 | .

Quero ir bem alto… bem alto …”
“Numa sensação de saborosa superioridade…É que do outro lado do muro tem uma coisa que quero espiar…” Pagu 1929
O Beloca abre as comemorações “Pagu, Cem anos de Historia” em parceria com a Academia de Letras e o Departamento de Cultura. Esse ciclo presta homenagem a ela.

maria-antonieta

MARIA ANTONIETA – (Marie Antoinette) – 2006 – 122 min – EUA
Direção: Sofia Coppola
14 anos
Dia 01/06/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli
Theatro Municipal

A princesa austríaca Maria Antonieta (Kirsten Dunst) é enviada ainda adolescente à França para se casar com o príncipe Luis XVI (Jason Schwartzman), como parte de um acordo entre os países. Na corte de Versalles ela é envolvida em rígidas regras de etiqueta, ferrenhas disputas familiares e fofocas insuportáveis, mundo em que nunca se sentiu confortável. Praticamente exilada, decide criar um universo à parte dentro daquela corte, no qual pode se divertir e aproveitar sua juventude. Só que, fora das paredes do palácio, a revolução não pode mais esperar para explodir.

eternamente-pagu

ETERNAMENTE PAGU – 1988– 100 min – Brasil
Direção: Norma Benguell
16 anos
Dia 08/06/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli
Theatro Municipal

Participação especial : Inserção do Cena IV com a Cena: A Morte de Danton, de Buchner / 5 min
Com: Gabriel Marin, Bruno Léo e Marcella Marin
direção de Zeza Freitas /Ronaldo Marin.

O filme conta a história de Patricia Galvão, ativista política, literária e artística, que escandalizou a sociedade burguesa brasileira na primeira metade do século. Torna-se musa da poesia modernista, vive um romance com Oswald de Andrade, filia-se ao Partido Comunista e quase é deportada para a Alemanha nazista. Depois de uma viagem ao exterior, volta ao Brasil, é presa e, ao sair, rompe com o partido e se dedica ao teatro de vanguarda.

Em 1988 o filme recebeu o Kikito de Ouro no Festival de Gramado, nas categorias de, melhor atriz para Carla Camurati e melhor trilha sonora para Turíbio Santos e Roberto Gnatalli.

caotica ana

CAÓTICA ANA – (Caótica Ana) – 2007 – 118 min – Espanha
Direção: Julio Medem
16 anos
Dia 15/06/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli
Theatro Municipal

Caótica Ana é dirigido pelo cineasta espanhol Julio Medem, que ficou afastado das câmeras por quatro anos, depois de ser acusado de defender o grupo separatista ETA em seu documentário La pelota vasca, la piel contra la piedra.
O filme é inspirado na vida de Ana Medem, irmã do diretor, dos 18 aos 22 anos, quando ela morreu em um acidente de carro.
Todos os quadros exibidos no filme foram pintados por ela. A história é a de Ana (Manuela Vellés), uma artista de rua de feirinhas em Ibiza. Vive com o pai numa gruta à beira-mar até que encontra uma mecenas (Charlotte Rampling), que a leva ao fervilhante centro cultural madrilenho, onde Ana passa a viver com outros artistas num casarão. Lá ela estuda, pinta, cresce e encontra uma paixão. Mas a garota começa também a ter visões e desperta o interesse de autoridades no hipnotismo.
Não tarda para que descubram que ela já viveu mil vidas e em todas elas teve um trágico destino
julie-e-julia

JULIE E JULIA – (Julie &Julia) – 2009 – 123 min – EUA
Direção: Nora Ephron
LIVRE
Dia 22/06/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli
Theatro Municipal

Julie e Julia é último filme da escritora e diretora americana Nora Ephron especializada em comédias românticas. Baseado em duas histórias reais, é uma adaptação de duas autobiografias de sucesso: Julie & Julia de Julie Powell e My Life in France, de Julia Child e Alex Prud’homme.
Meryl Streep é Julia Child e Amy Adams é Julie Powell. A história intercala a vida das duas mulheres que, apesar de separadas pelo tempo e pelo espaço estão ambas perdidas… até descobrirem que, com a combinação certa de paixão, coragem e manteiga, tudo é possível.
Uma lenda da culinária vai mudar para sempre a receita da vida de uma jovem empregada de escritório. Julie e Julia conta a história verídica de como a vida e o livro de cozinha de Julia Child (Meryl Streep) inspirou Julie Powell (AmyAdams), em início de carreira, a preparar 524 receitas em 365 dias e apresentar a uma nova geração a magia da cozinha francesa.
Meryl Streep ganhou 9 prêmios em vários dos principais festivais americanos e foi indicada ao Oscar de melhor atriz em 2010.

trono-manchado-de-sangue

TRONO MANCHADO DE SANGUE – (Kumonosu Jô) – 1957 – 105 min – Japão
Direção: Akira Kurosawa
14 anos
Dia 29/06/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli
Theatro Municipal

2.754 comentários for now