Archive for abril, 2014

Maio no Cineclube

Written by on abr 30 2014 | programação

A programação de Maio do Cineclube Beloca relembra os cinquenta anos do golpe de 64, com três produções nacionais em diversos estilos. Filmes que revelam o drama de ativistas querendo justiça, uma mãe que perde o filho e até mesmo um divertido garoto que fica longe dos seus pais, que pra ele, saíram de férias.
A curadoria é de João Guilherme Pellegrini.

“Entre as Margens da Ditadura Militar”
Em razão dos cinquenta anos do golpe de 64, o Cineclube exibe e discute três obras do cinema nacional que se firmaram no período da ditadura militar.

06.05.2014
20h
O que é isso Companheiro?
Brasil/1997/108 minutos
Direção: Bruno Barreto

O jornalista Fernando e seu amigo César (Selton Melo) abraçam a luta armada contra a ditadura militar no final da década de 60. Os dois alistam num grupo guerrilheiro de esquerda. Em uma das ações do grupo militante, César é ferido e capturado pelos militares. Fernando então planeja o sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Burke Elbrick (Alan Arkin) para negociar a liberdade de César e de outros companheiros presos.



13.05.2014
20h
Zuzu Angel
Brasil/2006/100 minutos
Direção: Sérgio Rezende

A ditadura militar faz o país mergulhar em um dos momentos mais negros da sua história. Alheia a tudo isso, Zuzu Angel (Patrícia Pillar), uma estilista de moda, fica cada vez mais famosa no Brasil e no exterior. Paralelamente, seu filho Stuart (Daniel de Oliveira) ingressa na luta armada, até ser capturado e morto pela ditadura. A partir desse ponto, Zuzu Angel inicia uma árdua batalha contra o sistema, colocando a sua própria vida em risco.



20.05.2014
20h
O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias
Brasil/2006/100 minutos
Direção: Cao Hamburguer

Em 1970, o Brasil e o mundo parecem estar de cabeça para baixo, mas a maior preocupação na vida de Mauro, um garoto de 12 anos, tem pouco a ver com a ditadura militar que impera no País, seu maior sonho é ver o Brasil tricampeão mundial de futebol. De repente, ele é separado dos pais e obrigado a se adaptar a uma “estranha” e divertida comunidade – o Bom Retiro, bairro de São Paulo, que abriga judeus, italianos, entre outras culturas. Uma história emocionante de superação e solidariedade. Último filme de Paulo Autran.

Comentários desativados em Maio no Cineclube for now