Ciclo 38 – Culinária Insana

Escrito por em 30 set 2010 | .

Programação sujeita a alterações
Curador: Fábio José Teixeira

SHIRLEY VALENTINE(Shirley Valentine)- 1989 – 108 min – Reino Unido/EUA
Direção: Lewis Gilbert
14 anos
Dia 05/10/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli
Theatro Municipal

Shirley Valentine é um filme do diretor inglês Lewis Gilbert baseado na peça homônima de Willy Russel.
Pauline Russel recebeu a indicação de melhor atriz em 1989 nessa história da dona de casa inglesa de meia idade que conta suas frustrações para a câmera. Um sonho romântico de mulheres dessa faixa de idade: largar tudo e viver um romnace nas ilhas gregas com um dono de restaurane (Tom Conti).
Shirley Valentine (Pauline Russel) é uma perfeita e tradicional esposa. Todos os dias arruma a casa, passa roupa, e prepara o jantar do marido. Só que Shirley está vivendo um momento difícil e acha que essa existência rotineira está acabando com seus velhos sonhos de juventude. Para tentar recuperá-los, viaja por duas semanas para a Grécia com uma amiga. Longe do marido e dos filhos, talvez encontre o amor e quem sabe a liberdade. Mas será isso mesmo o que Shirley Valentine quer?

O BRUTOS TAMBÉM COMEM SPAGHETTI (Tampopo)- 1985 – 114 min – Japão
Direção: Juzo Itami
12 anos
Dia 26/10/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli

Os Brutos Também Comem Spaghetti é uma comédia do ator e diretor japonês Juzo Itami, segundo filme do cineasta e primeiro western japonês da história do cinema. O filme conta a historia de uma viúva, dona de um restaurante de massas, que vive em busca da receita perfeita para a sopa de macarrão, o prato mais pedido do lugar. Porém, o sucesso absoluto só acontece quando a simpática cozinheira aceita a ajuda de um forasteiro experiente em temperos e que suspira de paixão por ela.
Em 1987 foi indicado aos prêmios de melhor filme estrangeiro no National Board of Review e no Independent.

O ciclo continua no mês de novembro com os filmes:

O COZINHEIRO, O LADRÃO, SUA MULHER E SEU AMANTE (The Cook the Thief His Wife & Her Lover)- 1989 -124 min -França/Holanda/Reino Unido
Direção: Peter Greenaway
16 anos
Dia 16/11/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli

O filme de Peter Greenaway, cineasta, autor e artista multimidia britânico conta a historia de um criminoso rude e violento (Michael Gambon), que visita diariamente o restaurante que ajuda a bancar de seu chef favorito (Richard Bohronger), com sua mulher Georgina (Helen Murren) a qual, acostumada às grosserias e bizarrices de seu marido, arruma um sofisticado colecionador de livros (Alan Howard) como amante, e se encontram às escondidas nas idas e vindas no restaurante, com o cozinheiro acobertando o caso.
O filme deixou os críticos da época divididos, alguns o acharam maravilhoso e outros totalmente escatológico.
Mesmo assim, o longa recebeu indicações e prêmios em vários festivais e premiações do mundo, graças principalmente à perícia de seu diretor em mesclar referências ao mundo erudito e à cultura pop. Se hoje o cinema pós-moderno se vangloria de cineastas como Quentin Tarantino, Robert Rodriguez, Paul Thomas Anderson, Wes Anderson, Spike Jonze, Michel Gondry, entre outros, tudo se deve à genialidade e ao pioneirismo de Peter Greenaway.

DELICATESSEN (Delicatessen)- 1991 – 99 min – França
Direção: Marc Caro/Jean Pierre Jeunet
14 anos
Dia 23/11/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli

Uma excelente comédia futurista de humor negro sobre uma sociedade que, por causa da escassez de alimentos, transforma qualquer guloseima em moeda de troca.
Em um edifício, os moradores do apartamento em cima de um açougue recebem de vez em quando suprimentos de carne. Um jovem palhaço, recém chegado na cidade, arruma emprego no açougue e se apaixona pela filha do chefe. Sua presença cria um conflito com a família da garota, mas ele não faz a menor idéia de que os integrantes daquela estranha família têm outros planos para ele.

O CHEIRO DO PAPAYA VERDE (L’Odeur de la Papaye Verte)- 1993 – 104 min – França/Vietnã
Direção: Tran Anh Hung
12 anos
Dia 30/11/2010 – terça-feira – 20 horas
Sala Dilo Gianelli

Mui é uma jovem criada que trabalha para uma família de posses. Anos depois, ela se casa com um pianista e passa a relembrar o passado. O que a instiga a isso é o cheiro do papaya verde.

ninguém comentou até agora

comentários não estão habilitados.